Aritmética temporal

Olhei o relógio e,

Subitamente,

A hora chegou

E no segundo seguinte

Já passou

O tempo que assim corre

Não é percebido

Pelo tolo sentir

Todos os minutos

Foram somados

E a aritmética temporal

Dita, sem dúvidas,

Já todos são

Inevitavelmente

Passado!

Deles resta a memória

Do ponteiro, Tic

Que avança

Vai já ali

Onde há pouco era futuro.

Vens

Ou ficas aí?

 .

© Isa Lisboa

1798771_746382268774939_3273018197184429019_n

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s